inhotim

Para celebrar os dez anos de abertura ao público, o Instituto Inhotim realiza de 1º a 11 de setembro uma intensa e diversificada programação cultural.

As ações incluem uma homenagem ao artista Tunga, falecido em junho deste ano e figura central na concepção do Instituto; a montagem de nova exposição temporária nas galerias Mata e Lago; programação noturna com gravação do DVD do show “Na Medida do Impossível”, de Fernanda Takai; a terceira edição do Seminário Internacional de Educação Inhotim; e apresentações da cantora Marisa Monte e da Orquestra Filarmônica de Minas Gerais. A programação tem o patrocínio da Petrobras e da Pirelli.

Para o diretor executivo do Instituto, Antonio Grassi, as atividades são uma forma de agradecer ao público e presenteá-lo com atrações especiais. “Desde que o Parque foi aberto, em 2006, já recebemos mais de 2,5 milhões de visitantes. É um número muito expressivo se pensarmos que não estamos localizados em uma capital. Por isso, queremos agradecer a essas pessoas que vêm nos visitar e que levam um pouco do Inhotim consigo. Além disso, uma parte da programação presta homenagem a Tunga, em reconhecimento de sua a trajetória, tão importante para o Instituto”, afirma.

 

EM CONSTANTE MUDANÇA
Os primeiros passos para a construção do Inhotim foram dados ainda na década de 1990, pelo empresário mineiro Bernardo Paz. Influenciado por artistas como Tunga e Cildo Meireles, começou a adquirir importantes obras de arte contemporânea que tiveram no Inhotim o abrigo ideal, já que a disponibilidade de espaço permitiu que ficassem em exposição permanente. Em pouco tempo, a fazenda do empresário havia se tornado atração para amigos e familiares e, percebendo um potencial maior, Paz decidiu criar uma instituição cultural e abrir o espaço ao público.

inhotim-3

De lá para cá, a área de visitação do Inhotim cresceu de 13 hectares para 140, permitindo o desenvolvimento de projetos site-specific pelo Parque, ou seja, realizados especialmente para determinado espaço. O acervo de relevância global disposto em 23 pavilhões de arte e áreas externas, e a variedade de espécies preservadas nos jardins – cerca de 4.500 – foram fundamentais para fazer do Inhotim um destino único no mundo e garantir ao Instituto parcerias com órgãos internacionais de relevância, como as Nações Unidas e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), responsável por financiar, entre outros projetos, a primeira exposição internacional do Inhotim em Washington DC, em 2017.

PROGRAMAÇÃO
Experiências em trânsito: 3º Seminário Internacional de Educação Inhotim
1º a 3 de setembro, quinta-feira a sábado

Realizado desde 2012, o Seminário Internacional de Educação Inhotim chega a sua terceira edição com o tema Experiências em trânsito. O evento pretende discutir as fronteiras simbólicas e físicas da ação educativa e evidenciar iniciativas no campo da educação motivadas por questões contemporâneas que inspiram relações e comportamentos mais sustentáveis e inclusivos.

Palestrantes: José Pacheco (Portugal), Mona Jas (Alemanha), Sepake Angiama (Inglaterra), Pablo Ares (Argentina), Lala Deheinzelin (Brasil), Genebaldo Freire Dias (Brasil), Louise Ganz (Brasil), Jefferson Sooma (Brasil), Natacha Costa (Brasil), Yara Castanheira (Brasil) e Paulo Nazareth (Brasil).
Ingresso: R$ 25 por dia, dá direito à visita ao Parque. Mais informações:

http://www.inhotim.org.br/10anos

Fonte – Portal O Tempo

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *